Petição para a Reabertura dos Ginásios na Primeira Fase

A Portugal Activo (AGAP) — Associação de Clubes de Fitness e Saúde, lançou no dia 3 de março, uma petição intitulada “Desconfinar os Ginásios na primeira fase!”.

A petição dirigida ao  Primeiro-Ministro António Costa e Presidente da Assembleia da República Eduardo Ferro Rodrigues defende que o sector deve ser considerado prioritário na retoma das atividades do País, fazendo ainda outras propostas para a recuperação do sector como por exemplo a” redução da taxa de IVA aplicável à utilização de instalações destinadas à melhoria e/ou manutenção da condição física e saúde”, “a possibilidade de dedução dos custos com Exercício Físico em sede de IRS”, ou o ”incentivo às empresas para comparticipação nas despesas dos seus colaboradores com o Exercício Físico”.

Até ao momento a petição da AGAP tem quase 15.000 assinaturas.

Assine a petição aqui.

Apoios Governamentais para os Ginásios

A All United Sports tem apoiado diferentes ginásios a garantirem o acesso aos apoios que o governo português tem lançado para a retoma da actividade face ao contexto económico que sofrem decorrente da pandemia COVID-19.
Os apoios mais recentes são os que passamos a informar: 

Programa Adaptar 2.0 

O governo português anunciou a segunda edição do Programa Adaptar, que disponibiliza mais de 50 milhões de euros para apoiar e auxiliar microempresas e PME na remodelação e adaptação do seu negócio face ao contexto atual de pandemia COVID-19.
Os 50 milhões de euros anunciados, servirão para apoio ao investimento na adaptação e modernização de estabelecimentos comerciais e não destinado a apoiar custos correntes de funcionamento, querendo isto dizer que o programa incidirá, por exemplo:

  • em investimentos na adaptação ao contexto Covid-19
  • na reorganização e adaptação de frentes de loja
  • no ajuste de métodos de organização de trabalho e de relacionamento com clientes e fornecedores
  • na reorganização e adaptação de locais de trabalho e de layout de espaços às novas condições de distanciamento físico em contexto da pandemia COVID-19
  • adaptação nas áreas de acesso ao público
  • nas áreas de apoio à actividade
  • custos com software (software as a service), bem como inclusão ou catalogação em diretórios ou motores de busca.

As microempresas e PME dos sectores secundário e terciário, onde se incluem os ginásos, têm assim novamente um apoio para as auxiliar e estimular a actualizar e remodelar os seus estabelecimentos e unidades de produção, modernizando-os e adaptando-os no contexto actual.

As candidaturas ao programa ADAPTAR 2.0 – COVID-19: microempresas e PME abrem brevemente, estando as datas por anunciar.

Apoiar Rendas

A medida Apoiar Rendas, destina-se ao pagamento de uma parte das rendas dos ginásios que actuem nos sectores afetados pelas medidas excepcionais aprovadas no contexto da pandemia da COVID -19.
O apoio ao pagamento das rendas, que arranca com uma dotação de 150 milhões de euros, tem como o objetivo de mitigar o impacto da pandemia na tesouraria das empresas (incluindo ginásios) e são apoios a fundo perdido.
O apoio é válido para seis rendas mensais e é disponibilizado a empresários em nome individual, PME e empresas com 250 trabalhadores ou mais, com volume de negócios inferior a 50 milhões de euros.

Os ginásios com uma quebra de faturação entre 25% e 40% receberão um apoio equivalente a 30% do valor da renda, até um máximo de 1.200 euros por mês. Já nas perdas acima de 40% o Apoiar Rendas cobre metade do valor da renda, até 2.000 euros mensais.

Assim, um ginásio que registe nos primeiros nove meses de 2020 uma quebra de faturação homóloga de 45% e que pague uma renda de cinco mil euros mensais terá direito a um apoio mensal a fundo perdido de dois mil euros, num total de 12 mil euros no semestre.

O apoio é pago em duas tranches, no primeiro e no segundo trimestres de 2021 e não pode exceder o limite máximo de 40.000 euros por empresa.

As candidaturas a este apoio encontram-se abertas e prolongam-se até ao esgotamento da dotação.

 

Estamos aqui para si! Contacte-nos.
A All United Sports pode ajudar o seu ginásio a concorrer a estes apoios. Não hesite em entrar em contacto connosco:
apoios@allunitedsports.com
Filipa Silva +351 967 749 466

3 Estratégias de Recursos Humanos para adoptar durante o confinamento

A COVID-19 criou mudanças drásticas nos locais de trabalho e na forma de trabalhar, e os ginásios não foram excepção. Em pouco tempo, todo um negócio que era gerido presencialmente teve de rapidamente passar para o mundo digital, passando a necessitar de skills adicionais.

Os gestores dos clubes tiveram de ganhar competências de gestão à distância, motivar empregados num cenário de ambiguidade, fornecer calma e clareza, e construir um sentido de comunidade num mundo que passou a ser virtual. Tiveram de se transformar em fonte de informação, em conselheiros, e até mesmo em assistentes de tecnologias de informação.

As decisões tomadas neste tempo de mudança irão ter uma enorme influência no longo termo.

Para navegar na crise, os valores da organização, a integridade e as competências dos gestores dos clubes irão ter um profundo impacto, e os factores críticos para uma boa gestão dos seus recursos humanos neste momento são a comunicação clara e transparente, a construção de confiança e a atenção dada ao bem-estar das suas equipas:

Comunicação Clara e Transparente:
Clarifique o seu porquê, comunique a sua visão e imponha expectativas claras para as pessoas. Torna-se imperativo fazer planos de comunicação concretos e assertivos:

  • mantém trocas de mensagens curtas e diárias com os membros das suas equipas sobre o seu trabalho (por exemplo: o que trabalharam no dia anterior; a sua agenda para aquele dia; que apoio as chefias podem fornecer para ajudar as equipas a cumprir essas metas)?
  • promove individualmente com cada membro da equipa conversas que vão além do trabalho (por exemplo, por cerca de 30 minutos a cada semana) para ajudar a promover uma conexão entre ambos?
  • utiliza software de acompanhamento de projetos e usa-os para atribuir tarefas e verificar os seus status, permitindo não só clareza na atribuição de tarefas e seu estado de desenvolvimento, como diminuindo a comunicação em demasia sobre esses temas?
  • precisa de outras ferramentas ou tecnologia para a informação fluir melhor?

Construção de Confiança:
Construir uma cultura de confiança começa com cultivar crenças positivas sobre os membros das equipasSe assumir que um membro trabalha arduamente, preocupa-se com o sucesso do clube e tem integridade, será mais provável que ele aja de acordo com isso. A confiança é essencial tanto para que os membros da sua equipa confiem que o clube está a tomar decisões com seus interesses em primeiro lugar, quanto para que sintam que os seus líderes confiam nos seus compromissos com o trabalho.
Os gestores não terão sucesso se não confiarem nas suas equipas para os ajudar na discussão de soluções:

  • como está a instalar confiança num ambiente virtual?
  • como pode envolver a sua equipa de modo a o ajudar a criar respostas e soluções?
  • se confiasse na maioria das suas equipas, o que faria de diferente?
  • o que está a bloquear essa confiança?
  • que comportamentos pode demonstrar que irão ajudar a construir ainda mais confiança?

Bem Estar das Equipas:
As pessoas estão mais isoladas e, inevitavelmente, os colaboradores mais sozinhos são menos produtivos e entregam trabalho com menor qualidade.

  • até que ponto as equipas estão afetadas por esta situação?
  • como está a trabalhar com as equipas mais dispersas e como está a geri-las?
  • as equipas estão comprometidas e motivadas?
  • tem demonstrado empatia e valorizado os membros da sua equipa?
  • tem reconhecido como as suas acções e decisões vão impactar a cultura do clube?
  • está a capacitar os seus chefes de equipa com os recursos que precisam para se sentirem apoiados no seu bem-estar e no das suas equipas?
  • que apoio está a fornecer aos membros que experienciaram mortes de membros familiares, colegas ou clientes?
  • precisa de apoio na resposta à crise para assuntos que envolvem questões de saúde e bem-estar na sua equipa?

Exemplos de prácticas que pode adoptar:
- “conversas de café” organizadas 2X semana com o gestor do clube para falar sobre diferentes tópicos ou para apenas proporcionar um momento de partilha entre os membros das equipas sobre o seu dia;
- fazer com que as reuniões de trabalho sirvam também para ver como as pessoas estão, como se sentem, fazer sentir aos colaboradores que à distância de um telefonema está lá para os apoiar e minimizar algum problema.
- no inicio de cada reunião pedir aos membros das equipas para nomear uma vitória realizada, o que os está a frustrar ou a desafiar, e algo que os anima.
- criar um programa de bem estar com suporte emocional, colocando por exemplo à disposição os serviços médicos que os clubes têm, aconselhamento de serviços diversificados como por exemplo aconselhamento financeiro.
- criar programas ou desafios entre os instrutores para se manterem ligados entre si e em saúde, retribuindo também para os colegas que estão sozinhos em casa

É importante a promoção de um espírito de equipa, de amizade, colaboração e cooperação, que serão essenciais para sobreviver neste ambiente de mudança.

 

Estamos aqui para si! Contacte-nos.
A All United Sports está a disponibilizar toda a sua estrutura de conhecimento, análise e gestão de crise a toda a industria do fitness. Caso necessite algum tipo de apoio, análise ou planeamento no processo minimização do impacto do COVID-19 no seu ginásio, não hesite em contactar-nos:

 

Filipa Silva é Project Leader na All United Sports, Licenciada em Psicologia Social e das Organizações, com um MBA Executivo em Gestão de Recursos Humanos.

Fitness Trends ACSM 2021… Onde estamos para onde vamos!

Anualmente a American College of Sports Medicine (ACSM) anuncia as tendências que vão dominar o sector do fitness. Este report é lançado normalmente, entre novembro e dezembro e compila a opinião de um vasto painel de especialistas. O ano de 2021 foi marcado pela apresentação do 15ª report do sector, e obviamente as tendências incidiram muito sobre as novas tecnologias, muito influenciadas pela Covid19 e também devido ao panorama actual do mercado do fitness. Podem analisar as vinte tendências de 2021, apresentadas pela ACSM, no quadro em baixo.

quadro tendencias

A obtenção de respostas foi realizada através do SurveyMonkey, e foi enviado inicialmente para 75.383 pessoas (um aumento de 40% em relação aos números recorde do ano passado de 56.746), com o objectivo de ter um report que demorasse cerca de 15 min (ou menos) a preencher.

O total de respostas da pesquisa foi de 4.377, o que representa um aumento de mais de 44% em relação às 3.037 respostas do ano transacto. O questionário chegou a todos os continentes com uma diversidade demográfica considerável.

A entrada do Online training é a grande novidade, num ano marcado pela epidemia Covid19. Passou de 26º nas tendências de 2020, para 1º nas tendências de 2021, com uma clara previsão de mudança no mercado, onde o cliente “sai” dos clubes/ginásios para praticar fitness e atividade física, no aconchego da sua casa. Alguns pontos interessantes deste ano, o Treino em circuito classificado em 17º em 2018, caiu para 21º em 2019, 17º em 2020, e 26º para 2021, sendo excluído do top 20. O Exercício para crianças, que foi classificado em 1º no report de 2007, mas lentamente perdeu terreno nos últimos anos. Em 2020, o Exercício para crianças estava entre os 20 primeiros (20º), mas caiu para o 28º para 2021.

A realidade actual, no nosso país, quando estamos a finalizar Fevereiro, é a de um sector que se debate com o encerramento dos ginásios e espaços desportivos desde 15 de Janeiro de 2021, a reabertura é ainda uma incerteza, o governo tem dificuldade em gerir os números e coloca as empresas privadas numa situação, no mínimo, angustiante.

O exemplo do Reino Unido, com uma estrutura diferente e a sair do seu 3º lockdown, apresenta neste momento datas pré-definidas para reabrir, com quatro fases definidas, a primeira fase inicia a 8 Março, com abertura das escolas, estando os ginásios inseridos na segunda fase, que está programada para 12 de Abril. A última fase está prevista para 21 Junho, com o regresso à vida normal (Fonte: GOV.UK). O processo de vacinação está também muito avançado face à realidade nacional.

Mas mantendo o tema principal, as tendências nacionais, uma boa parte dos espaços sobrevive com os treinos online (1ª), o virtual training (6ª) e o aluguer de equipamento e, portanto, perfeitamente alinhados com o report e previsão da ACSM. Será que após a abertura as plataformas online serão mantidas pelos ginásios? E a tendência de aulas online vem para ficar?

A previsão de crescimento do mercado online é reportada num relatório publicado pela empresa, Allied Market Research, que vaticina, que o mercado global de fitness online / virtual movimentou cerca de US $ 6,04 bilhões em 2019 e deve atingir US $ 59,23 bilhões em 2027, registando uma Taxa de Crescimento Anual Composta (CAGR) de 33,1% de 2020 a 2027. Sem dúvida uma área de negócio apelativa e que em parte explica a entrada de players de peso, como é o caso da Amazon (Halo) e Apple (Fitness +), entre outros.

O report da ACSM constitui uma clara mais valia para o sector e foi projetado para ajudar e apoiar a indústria da saúde e fitness a tomar decisões críticas de planeamento e captação de novas possibilidades de negócios. Os resultados mostram-se ainda mais relevantes para todos os negócios do setor da indústria de saúde e fitness (clubes comerciais com fins lucrativos, programas de fitness clínico ou médico, programas de bem-estar corporativo e programas de fitness sem fins lucrativos baseados na comunidade). Embora ninguém possa prever com precisão o futuro de qualquer setor, esta pesquisa ajuda a rastrear tendências que podem auxiliar proprietários, operadores, diretores de programas e profissionais de saúde e bem-estar na tomada de importantes decisões de negócios e programas.

Avaliando a evolução do mercado ao longo destes últimos anos deixamos algumas questões para reflexão dos leitores, que gostávamos que partilhassem connosco a vossa visão e respetivas respostas:

https://forms.gle/fNUNP6rmnWm5aPoe6

Ginásios Ideal Korpus não param de se reinventar

Depois da adaptação dos seus ginásios ao conceito Outdoor devido à pandemia em 2020, o grupo Ideal Korpus Health Club tem mais planos para o ano de 2021.

Estávamos em plena pandemia em 2020 quando Rui Caetano, Administrador do Grupo Ideal Korpus Health Club, adaptou a dinâmica dos seus ginásios para o Outdoor na Quinta de Cepêda em Paredes, num ambiente de natureza, para poder receber os alunos em segurança

No local, montaram 11 diferentes espaços de treino com cycling, zona zen, box crossfit, zona funcional e cardio-musculação, onde 400 sócios por dia vinham fazer os seus treinos diários. “É um projecto que vamos continuar. As pessoas adoraram treinar ao livre numa quinta na natureza, com animais, adoraram o conceito e vamos manter 6 meses por ano certamente”, relata-nos Rui Caetano.

O Grupo Ideal Korpus conta não só com 3 ginásios (Paredes, Penafiel e Porto), 2 boxes de crossfit e um recente estúdio de Pilates, como também é ligado à área da imobiliária e da construção civil, o que permitiu rapidamente dar andamento a este conceito outdoor, utilizando uma das quintas do grupo.

Ainda no final de 2019 abriram no Porto um ginásio Premium que aposta no Personal Training com um complemento de aulas de grupo e um espaço de pilates clínico, no Edifício Transparente com uma visa única, entre o parque da cidade e a praia.  “Não é um ginásio tradicional. Quisemos fazer um estúdio de Personal Training de eleição em que os nossos alunos podem fazer um complemento a esse treino com aulas de grupo, o que não acontece no estúdio de PT”, conta-nos Rui Caetano.

Para 2021 os planos de expansão continuam com a abertura de mais 2 ginásios na zona de Vale de Sousa, tendo um deles uma área de 2000 m2. Estão também a lançar o Padel, modalidade que já conta com um espaço dedicado desde Fevereiro 2020 e prevê-se o surgimento de um novo espaço na primeira metade do ano de 2021.

O Ideal Korpus é uma marca com 17 anos que começou a crescer muito nos últimos 5 anos e que Rui Caetano, acredita que vai crescer mais na área do fitness e do Padel.

Saiba mais em:

https://idealkorpus.com/

All United Sports

Receba todas as novidades no seu email. Subscreva a nossa newsletter.

Subscrever